Provas do curso de sargentos são realizadas à distância e resultados saem em 15 minutos

17/10/2020 - 09:55

Os 79 alunos já estão realizando as provas para a conclusão do Curso Especial de Formação de Sargentos do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA). De forma online, as avaliações estão acontecendo simultaneamente no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap), além dos Grupamentos de Bombeiros Militar (GBMs) descentralizados em 13 polos. O destaque da nova modalidade de Educação à Distância é para a correção, que acontece através de QR Code, facilitando e fazendo com que os resultados saiam quase que simultaneamente.

“Com o celular um militar faz a leitura através do código e realiza as correções e outro bombeiro confere o resultado. O processo dura em média 15 minutos, fazendo com que os resultados saiam mais rápido, diminuímos a quantidade de pessoas envolvidas na correção e o melhor de tudo é que a formatura pôde ser antecipada em uma semana, além disso, os alunos do interior puderam fazer o curso e as provas em um dos 13 polos, mais próximos das suas cidades de origem, ou até nelas, oferecendo maior conforto para os bombeiros e nos permitiu reduzir custos com deslocamento e alimentação”, destacou major BM Rogerio Cerqueira, diretor do Cefap.

As avaliações acontecem simultaneamente no Cefap e nos 13 polos dos GBMs das cidades de Feira de Santana, Itabuna, Ilhéus, Itaberaba, Barreiras, Jequié, Teixeira de Freitas e Alagoinhas, em que as avaliações serão acompanhadas através de videoconferências e são acompanhadas através de videomonitoramento.  Dessa forma os avaliadores da central, no Cefap, podem observar detalhadamente cada um dos 13 polos e verificar a avaliação de cada aluno cada aluno.

“Não poderíamos parar nossos aperfeiçoamentos e cursos de graduação, por isso nos adequamos para que tudo fosse realizado da melhor forma e com segurança para todos os militares envolvidos no processo, sejam alunos, avaliadores, fiscais ou corretores. Durante o curso, cada bombeiro realizou o estágio supervisionado nas suas próprias unidades de trabalho. Acreditamos que essa nova modalidade nos deu um rendimento maior, pois os militares permaneceram perto das suas famílias, num momento tão delicado em que estamos vivendo”, concluiu o major BM.

Fotos

Última modificação
sábado, Outubro 17, 2020 - 11:40
Autor
304819527